200 mil Dólares Americanos para se reformar em Portugal!

Nota do Tradutor:

Decidi traduzir este texto, pois, antes de mais, enaltece o nosso país, tanto a nível financeiro como a nível turístico. Foi publicado, no LinkedIN, por Alberto Bettencourt, meu contacto no LinkedIN e Presidente da Agência para a Promoção do Investimento nos Países de Língua Oficial Chinesa e Portuguesa.

A versão original deste artigo pode ser consultada em:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6634856557958008832/

 

200 mil Dólares Americanos para se reformar em Portugal!

Alberto Bettencourt

Presidente da Agência para a Promoção do Investimento nos Países de Língua Oficial Chinesa e Portuguesa

21/02/2020

 

Tradução:

TELMO FERREIRA

TRADUTOR ACREDITADO NAATI

PORTUGAL

T: +351 917 104 300

W: https://tftraducoes.pt

@: telmo.ferreira@tftraducoes.pt

: https://www.linkedin.com/in/tf-tradu%C3%A7%C3%B5es-205829127/

 

Portugal é, até, mais acessível que Espanha, e tem todos os castelos, praias, adegas e golfe que deseja, para preencher o seu programa de reforma. Transportes públicos e linhas de comboio tornam fácil viajar pelo país e pelas interessantes cidades de Portugal. Para distâncias mais longas, pode alugar um automóvel ou utilizar um serviço para transporte de passageiros, como a Uber. As rendas dos apartamentos vão desde 375 dólares americanos nas pequenas cidades – apesar de, com relativa facilidade, lhe poderem vir a ser cobrados 1000 dólares americanos, em Lisboa.

Os restaurantes são bastante acessíveis, com uma refeição a custar menos de 10 dólares americanos por pessoa, e uma garrafa de vinho de nível médio apenas 5 dólares americanos, mesmo em Lisboa. A maioria dos médicos nas grandes cidades falam Inglês, pelos que os reformados internacionais tirarão benefícios se tiverem seguros privados.

Como reformar-se em Portugal

O primeiro passo para obter uma autorização de residência é dirigir-se a um Consulado Português nos EUA, com o seu passaporte, prova de rendimentos e seguro de saúde, para além do Certificado de Registo Criminal. O próximo passo é candidatar-se a residência permanente, logo que chegue a Portugal. Como o custo de vida varia imenso entre as diversas zonas de Portugal, o montante de rendimento que irá necessitar, para viver confortavelmente, irá depender do seu destino final.

Fonte: https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6634856557958008832/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to top